Noite de queijos e vinhos

TÁBUA DE QUEIJO:

COMO ESCOLHER OS QUEIJOS:

O primeiro passo é escolher as categorias de queijo de sua preferência.
Não é necessário ter queijos de todas as categorias, mas é interessante incluir queijos de diferentes texturas e sabores, dos suaves aos mais fortes (inclua pelo menos um de leite de cabra ou de ovelha).
É importante também ter uma variedade de cores e formatos (evite servir todos no mesmo formato).
Se possível, use facas próprias para queijos e jamais espete-os com um garfo no momento de cortar.

QUANTIDADE POR PESSOA:

A dica para preparar uma mesa de queijos é calcular entre 150 g e 250 g por pessoa e
selecionar de seis a oito tipos, preferindo sempre aqueles que agradam a maioria dos convidados.
Pães neutros, frutas frescas e secas também são ótimos complementos para acompanhar.

ARRUMAÇÃO E DECORAÇÃO DA MESA:

Escolha um espaço que os convidados possam circular a mesa, escolha uma toalha branca e de tecido maleáve, faça uma decoração com flores e frutas por toda a mesa, se preferir e gostar espalhe pequenas velas em cachepos apropriados para evitar acidentes.
Arrume bolinhas de manteiga sem sal, em pirâmide ou em alguns pratinhos.
Se puder, use várias tábuas de madeira, usando os queijos de sabor mais forte numa delas os de sabor médio em outra e na terceira os mais suaves, isto facilita os principiantes.
Os queijos devem estar de preferência inteiros ou em pedaços grandes, sem encostar uns nos outros.
A mesa deve estar como para jantar americano, mas só usando pratinhos de sobremesa garfinhos e faquinhas.
Você não vai usar os garfos senão para retirar os pedaços de queijos para seu pratinho ou mesmo, às vezes, para espetar o pão das cestinhas para o seu prato.
O queijo só vai para a sua boca sobre pedaços de pão ou de biscoitos.
À mesa, arrume também os copos de vinho branco, tinto e as taças ou flutes para champanhe.
Essas poderão ser usadas com vinho rose, mas…se você só vai oferecer tintos e brancos, então só leve à mesa os copos que serão usados.
Espalhe também guardanapos, que fazem parte da arrumação.
Saleiros e pimenta-do-reino ou os moinhos pequenos para pimentas em grão.
não deve também misturar as facas de servir os queijos em pastas.
À mesa coloque uma faca perto de cada qualidade de queijo.

REGRINHAS:

Os comensais usarão uma faquinha só, que será limpa num pedacinho de pão do seu prato cada vez que forem se servir de outro tipo de queijo desse mesmo pratinho individual.

PARA ACOMPANHAR:

Os bons queijos deveriam ser degustados ao natural, sem nenhum acompanhamento.
Portanto, ao escolher itens para acompanhar uma tábua de queijos tenha em mente
que o sabor deve ser sutil e não pode mascarar o ingrediente principal.
Veja algumas sugestões:

PÃES:

Pães frescos, de casca crocante e sabor neutro, para não “brigar” com o queijo.
Nada de pães com frutas secas, nozes, tomate ou azeitona.
Frutas da época também podem ser incluídas.
Mas evite as de sabor mais ácido (limão, abacaxi, kiwi) e as muito doces.
As mais indicadas são maçã, pêra, uva e figo.
Frutas secas, como uva passa, damasco, ameixa e figo, combinam muito bem com queijo
principalmente os duros, como o parmesão e o pecorino.
As frutas oleaginosas, como noz, castanha de caju, castanha-do-pará amêndoa e avelã também são bons acompanhamentos.

APRECIANDO À DEGUSTAÇÃO:

Para apreciar uma boa degustação os participantes devem iniciar pelos queijos de sabor
mais suave deixando por último os mais pronunciados.
“Como a variedade de queijos é muito grande fica a critério de cada anfitrião escolher a seleção de queijos que mais lhe agrade.
Entre os queijos mais procurados para essas ocasiões estão o “Brie, Camembert, Emental Fondue, Gorgonzola, Gouda, Gruyére, Parmessão e Provolone”.

PADRÃO E QUALIDADE:

No rótulo, procure o carimbo do Serviço de Inspeção Federal (SIF), do Ministério da Agricultura
atestando que o queijo está nos padrões de identidade e de qualidade adequados ao consumo.
O governo federal ainda obriga o fabricante a mencionar os valores nutricionais, a data de fabricação e de validade.

TEMPERATURA:

Verifique se a temperatura do balcão refrigerado está de acordo com a recomendação na embalagem do queijo escolhido.

VALIDADE:

Além de observar a data impressa, é bom atentar para a aparência do produto.
No caso do queijo fresco, se estiver estufado e com o soro pastoso, é porque não foi armazenado direito.
Ele deve estar firme, e o líquido transparente e levemente esverdeado.

SOBREMESA:

Muitos abominam a idéia, talvez por não serem comum ainda na cultura brasileira, fica aqui uma sugestão de fim de festa.
mas uma sobremesa leve, para fazer com que seu convidado perca o sabor do queijo, que só é agradável enquanto estamos degustando é uma ótima pedida.
Experimente:
O sorvete do Fata Morgana.
Compre pronto sorvete de tangerina e decore com hortelã.
Sorvete de limão com gotas de cassis.
Salada de frutas.
No final, o café, que pode ser acompanhado por chocolate de menta .

.

Posts Relacionados

1 Comentário

  1. Foi de muita ajuda as sugestões para organizar uma noite de queijos e vinhos

Deixe um comentário